Meus amigos

Saiba dar limite às crianças diante da TV

 Saiba qual o limite saudável para seu filho assistir à TV. 
As crianças se encantam pelos desenhos animados, que hoje são oferecidos por um amplo leque de canais da TV aberta e por assinatura. Os sons e as luzes captam a atenção da meninada, que acaba trocando as brincadeiras pelo sofá. Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria (AAP) é que crianças menores de cinco anos de idade devem ter menos de duas horas de televisão (incluindo TV, DVD e jogos no computador ou vídeo game) por dia. "Ficar muito tempo assistindo à televisão não é saudável, principalmente na fase em que a criança precisa desenvolver mais atividades motoras. Para trabalhar coordenação ela precisa interagir", afirma a presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia, Quézia Bombonatto. É importante que o filho veja os programas com o acompanhamento de um adulto que poderá avaliar se a mensagem transmitida está de acordo com os valores da família. "Desenhos que incitem a violência sempre precisam ser evitados, mesmo que seja a luta do bem contra o mal. Às vezes a criança não tem discernimento para entender que não se deve usar da força física para conseguir um objetivo", diz. Muitas vezes, quando os colegas acompanham e conversam sobre algum desenho, o filho tende a querer assisti-lo para fazer parte da turma. "Se esse for o caso e os pais não concordarem com a mensagem do desenho, é importante assistir junto e explicar porque discordam daquele desenho", explica Quézia.
Para as crianças mais velhas, por volta de 9 anos, é preciso ter mais cautela.Nessa fase elas começam a se interessar por seriados voltados para o público adolescente e não são adequados para a faixa etária. "As séries adolescentes já começam a tratar de questões sexuais, que devem ser postergadas".
               Dicas para que a TV esteja dentro de limites saudáveis
  •   Prefira canais que tenham programação educativa, que ensinem formas, cores e cultura;
  •   Evite desenhos que incitem a violência e a agressividade;
  •   Nunca deixe o controle remoto com as crianças;
  •   De vez em quando assista aos desenhos com seu filho e converse sobre o que ele entendeu;
  •   Não aliene seu filho proibindo TV;
  •   Deixe que a criança assista a, no máximo, dois desenhos por dia;
  •   Incentive que seu filho saia da frente da TV para jogar jogos e brincar com outras crianças. 

Fonte: http://mulher.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário