Meus amigos

Como estender a vida útil do seu smartphone

 Quando alguém compra um smartphone, quer que dure para a vida toda. Ou quase. Mas é importante tomar certos cuidados para o aparelho parecer sempre novo e para que a vida útil dele seja estendida. A tela é, provavelmente, uma das partes que mais temos medo que estrague. Um pequeno arranhão é a pior ameaça para alguém que cuida do seu telefone. Por isso, existem películas autoadesivas para protegê-la, mesmo para telas sensíveis ao toque. São muito econômicas, costumam ser vendidas aos pares e, uma vez coladas à tela, nem parecem que estão ali. Outro ponto que demanda cuidado é a carcaça. Neste caso, é possível encontrar milhares de modelos de capas que protegerão smartphone de arranhões, quedas e respingos de líquidos. Embora existam também algumas capas que cobrem a tela, os melhores resultados são obtidos com as películas protetoras, porque, como são mais finas, permitem ver uma imagem melhor. Para evitar riscos, arranhões ou marquinhas de qualquer tipo, o ideal é não deixar o aparelho em contato com superfícies que possam causar estragos, como chaves, canetas e cosméticos. Também não é aconselhado deixar o telefone em lugares úmidos, como perto de torneiras, e nem perto de janelas ou do para-brisa do carro, porque a luz do sol pode desbotar a tela e afetar os componentes internos do equipamento. Um elemento crucial para garantir a vida útil do smartphone é a bateria. Os especialistas recomendam que a primeira carga deve ser realizada durante 12 horas, para permitir que nas próximas vezes que for carregada seja aproveitada toda a capacidade do lítio, material do qual é feita a bateria. E a vida útil da bateria será maior quanto menos vezes ela for recarregada, portanto o melhor é buscar o uso mais eficiente possível da energia. Uma sugestão é desligar as conexões que não estiver usando. Os smartphones costumam oferecer um administrador de conexões para desabilitar o 3G, o Wi-Fi e o Bluetooth. Recomenda-se ainda desligar o GPS quando este não estiver sendo usado. Dessa forma, a autonomia da bateria aumentará consideravelmente. Outro conselho interessante é evitar a função de vibrador, porque ela consome muito mais bateria do que o uso de um toque simples ou ringtone. Além disso, também vale optar por diminuir o brilho da tela. Por último, alguns especialistas recomendam recarregar o telefone desligado para conseguir melhor rendimento da energia elétrica e é sempre bom utilizar o carregador fornecido pelo fabricante para evitar danos tanto na bateria quanto no aparelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário