Meus amigos

Atenção ao Turista

                                                                 Turista Estrangeiro

Documentação
A maior parte das pessoas que vem para o Brasil é obrigada a ter um passaporte e o visto de entrada. Os vistos temporários são obtidos na Divisão Consular da Embaixada Brasileira ou num consulado brasileiro em seu país de origem antes da vinda para o Brasil. O cartão de entrada/saída deve ser preenchido na fronteira ou durante o vôo para o Brasil.
Ao entrar-se no Brasil, deve-se apresentar à alfândega brasileira:
- passaporte;
- atestado de vacinação internacional, se necessário;
- atestado de saúde com radiografia dos pulmões;
- cópia autenticada do pedido de visto de entrada.
Devem ser mantidos juntos ao seu portador o passaporte e a 2ª via do cartão de entrada/saída, que será recolhida pela Polícia Federal, quando da saída do país.
Ao chegar ao aeroporto ou outro posto de fronteira fiscalizado no Brasil, o turista normalmente receberá a permissão de estadia de até 90 dias, que poderá ser estendida pelo mesmo período uma única vez a cada doze meses. Para a prorrogação do prazo de estada, o pedido deve ser feito ao departamento da Policia Federal antes da expiração do prazo de estada inicial. O turista deve provar que tem meios de sustento para os noventa dias subseqüentes, e portar uma passagem de retorno válida.

Obtenção de Visto de Turismo:
Os turistas que visitam o Brasil podem ser enquadrados em duas categorias básicas, dependendo de acordos de reciprocidade firmados entre o Brasil e estes países:
Estrangeiros que têm a necessidade de obter visto no passaporte antes da vinda ao Brasil; e Estrangeiros que podem viajar ao Brasil sem visto.
Note que, todos os turistas, independente do fato de terem solicitado visto antes da viagem, ou de não o necessitarem, deverão apresentar passaporte com validade mínima de seis meses. Complementarmente, oficiais da imigração poderão solicitar ao turista, recém-chegado, a apresentação do bilhete de volta e meios de subsistência (dinheiro, cartões de crédito, cheques de viagem e/ou quaisquer outros 
 Documentação de Carro
Veículo de uso particular, exclusivo de turista residente em país integrante do Mercosul: pode circular livremente no País, sem a necessidade de quaisquer formalidades aduaneiras, desdeque o condutor porte a documentação exigida na legislação aplicável ao viajante e o veículo não transporte mercadorias que, por sua quantidade ou características, façam supor finalidade comercial, ou que sejam incompatíveis com as finalidades do turismo. (vide art. 309 do Decreto nº 4.543/02);
Veículo de viajante residente nos demais países, qualquer que seja a via de transporte utilizada, inclusive o próprio viajante conduzindo o veículo: submeter o veículo ao regime especial de admissão temporária, pelo prazo concedido para sua permanência no Brasil, por meio do formulário Declaração Simplificada de Importação (DSI) (anexos II a IV da Instrução Normativa SRF nº 611/06).

(Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/Aduana/Viajantes)

Moeda no Pedágio
Real (R$) - Valor do câmbio no dia. 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário