Meus amigos

Quando ser sincero demais se torna um problema...

Provavelmente você deve ter achado o título desta matéria um pouco estranho. Afinal de contas, desde cedo a gente aprende (ou pelo menos deveria aprender) que “mentir é feio” e que falar a verdade é sempre a melhor escolha.

Apesar disso, pare pra pensar em quantas vezes já passou pela sua cabeça a frase “por que eu fui ser tão sincero?”. Foram muitas vezes? Pois é, amigo. Existem situações em que uma mentirinha, de leve, pode não ser tão prejudicial assim...

É importante deixar claro que ninguém aqui, em momento nenhum, tá querendo dizer que é pra você sair por aí mentindo e enganando todo mundo. Vamos somente listar algumas situações em que a omissão ou até mesmo a mentira podem livrar você de várias saias-justas. Por exemplo...

Quando ELA diz:

“Amor, eu fico gorda com essa roupa?”
Tá aí um exemplo clássico. Quando sua namorada te pergunta isso, a intenção dela é mais a de receber um elogio do que a de ouvir uma crítica insensível. Imagine a cena: ela, toda feliz com o vestidinho novo, perguntando se as gordurinhas estão à mostra no modelito e você, um ogro, respondendo algo do tipo “Claro que você fica gorda e, aliás, não é só com essa roupa, não! Tá na hora de fazer um regiminho, viu amor?”. Poxa, nem precisa dizer que, se continuar desse jeito, o seu namoro tem grandes chances de estar com os dias contados...

A nossa noite foi tão boa, né?
Outra situação em que medir as palavras (e até mesmo fingir um pouquinho) pode mais ajudar do que atrapalhar. Bom, digamos que a transa não foi das melhores, mas ela gostou e, empolgada, disse que foi maravilhosa. O que uma pessoa super sincera faria? Com certeza diria algo como “Nossa, você acha que ISSO é maravilhoso? Ô, minha filha, você não entende muito da coisa não, hein?”. Tá claro que o cara tem que ser bem sem noção pra fazer isso...

Quando seus PAIS dizem:
“Adoro quando você passa o fim de semana com a gente. Você não gosta?”
É nessa hora que você pensa que abriu mão de uma super balada na sexta-feira pra ficar em casa vendo TV e que cancelou um showzaço no sábado pra ir na festinha de aniversário do seu priminho de 5º grau? Sim, é nessa hora. Mas e aí? Você vai dizer isso pros seus pais? Claro que não, mané! Até porque não há dúvidas de que dá pra passar ótimos momentos junto com a família, inclusive aos fins de semana...

“Você vai voltar cedo pra casa, né?”
A pergunta é: o que vai acontecer se você responder que vai voltar super tarde e que não tá nem aí pra horário? Você pode até se surpreender e ter uma resposta positiva, mas há grandes chances de seus pais virarem duas feras. Então, pra que causar confusão? Você pode dizer, por exemplo, que não sabe a que horas volta, mas que vai tentar voltar cedo e que deve ligar quando sair da balada. Seus ouvidos agradecem...

Quando VOCÊ mesmo diz:
“Meus relacionamentos nunca dão certo. Sou muito ciumento, vivo falando da minha ex, sou chato demais...”
Cadê o bom senso? Dizer esse tipo de coisa, principalmente num primeiro encontro, chega a ser um crime. Não é pra ficar contando vantagem e só falar das suas qualidades, mas também não seja tão sincero a ponto de entregar todas as suas fraquezas de uma só vez... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário