Meus amigos

Você deixa uma boa impressão?

Cada emprego e cada função têm suas peculiaridades, mas alguns fatos são universais. Uma boa aparência, por exemplo, é fundamental para quem quer causar sempre uma boa impressão e, dessa forma, tecer relacionamentos que podem ser benéficos mais tarde. A boa impressão já começa na entrevista, e deve prosseguir por toda sua vida profissional, independente da empresa onde você atua ou do cargo em que está. As mulheres devem atentar para cuidados básicos como unhas sempre feitas, roupas discretas, sem exageros quanto a perfumes, maquiagens, jóias. Nada de decotes, roupas curtas, transparências ou cores berrantes. Um funcionário de aparência saudável é sempre bem vindo em qualquer empresa.

Para passar uma boa impressão, não basta só cuidar da aparência. O bom humor, comentado em outro artigo deste mês, caminha lado-a-lado com os atributos indispensáveis para se transmitir também uma boa dose de beleza, simpatia e gentileza. Ninguém suporta nem irá querer indicar para um bom cargo aquele amigo que é uma mala, que mal dá bom dia quando chega ou que vive sempre emburrado, reclamando da vida. As pessoas querem e se sentem melhor ao lado de pessoas bem-humoradas, que elevem o astral. Essas pessoas tornam-se interessantes e são mais atraentes profissionalmente, seguindo na frente no caso de alguma indicação. Carisma é tudo.

A educação ou os “modos” de uma pessoa também é um fator muito importante na lista de como causar uma boa impressão. Pessoas que se expressam bem, mantêm um tom de voz adequado no ambiente profissional, cumprimentam de modo firme, entre outros, se destacam dos demais. A postura é um fator sutil, mas bastante percebido no ambiente de trabalho, ou você não se lembra daquele seu amigo da baia ao lado que berrava quando atendia o celular ou não agradecia quando alguém fazia um favor? Atitudes negativas muitas vezes permanecem mais forte na nossa mente.

Livia Torres. Colunista da RJNET. Formada em Jornalismo pela PUC-RJ e pós-graduanda em Marketing Empresarial pela UFF. Já trabalhou em organizações como a FIRJAN e hoje atua com Comunicação e Marketing em uma empresa de grande influência no segmento de Tecnologia da Informação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário