Meus amigos

Síndrome do Usuário de Computador


Usuários de computador devem ter cuidado com os olhos
É cada vez maior o número de pessoas com a patologia diagnosticada como Fadiga Visual ou Síndrome do Usuário de Computador, conhecida também como CVS (Computer Vision Syndrome), denominação em inglês.
A Síndrome do Usuário de Computador (CVS) é caracterizada por cansaço visual associado com uso prolongado do computador, pois a visão não foi criada para encarar uma tela do monitor de computador durante muitas horas.
Os monitores são compostos de pixels (minúsculos pontos) nos quais o olho não consegue foco. O usuário de computador tem que "focar e refocar" para manter as imagens bem definidas. Outro fator importante são as 16,7 milhões de cores geradas pelo monitor de vídeo, que sobrecarregam a musculatura responsável por regular a entrada de luz até a retina. As imagens em pixels exigem ajuste de foco milhares de vezes por dia. Isto resulta em tensão dos músculos do olho. Adicionalmente, depois do uso prolongado do computador, é diminuída a freqüência de piscar, que causa olhos secos e doloridos. Como resultado, a habilidade para focar diminui e podem ocorrer dores de cabeça e no pescoço.
Os principais sintomas são: olhos irritados, ressecados e vermelhos, com coceira ou lacrimejamento; fadiga, sensibilidade à luz, sensação de peso das pálpebras e dificuldade em atingir o foco; enxaquecas, dores lombares e espasmos musculares.
Não há nenhuma evidência que indique que computadores causam problemas de visão. Segundo testes em laboratórios americanos, os monitores emitem pouca ou nenhuma radiação prejudicial sob condições operacionais normais. De fato, a quantia de radiação ultravioleta produzida por estes é uma pequena fração da produzida por iluminação fluorescente.
Alguns sugerem que os sintomas de CVS acontecem como resultado de condições externas relacionadas à tela do computador. Estas condições podem incluir falta de iluminação, má localização da iluminação, posição imprópria do monitor, tela suja e problemas oculares pré-existentes.
Para evitar o problema, alguns cuidados básicos devem ser tomados.

Pisque com freqüência 
A radiação emitida pelo computador não prejudica os olhos, mas o hábito de ficar muitas horas ininterruptas em frente ao monitor causa desconforto visual e visão embaçada. As milhões de cores geradas pelo monitor sobrecarregam a musculatura responsável por regular a entrada de luz até a retina. Ao usar o computador, o usuário movimenta pouco o globo ocular e pisca, em média, cinco vezes menos que o normal. Piscar é importante porque fortalece a musculatura dos olhos e ajuda na manutenção da sua umidade.

Relaxe
O ideal é fazer uma pausa de 10 minutos a cada hora. A luminosidade da tela faz com que as pupilas se fechem, provocando um esforço muscular, além de causar sonolência e cansaço visual.

Colírios
Use colírio lubrificante se seus olhos forem muito sensíveis. Porém, siga orientação médica, pois há colírios que contêm substâncias vasoconstritoras que clareiam os olhos mas ressecam as mucosas.

A mesa de trabalho
Procure colocar outros utensílios de trabalho (telefone, máquina de calcular, porta-lápis, etc.) o mais próximos possível do monitor. Esta providência diminui a necessidade de “focar e refocar” e diminui a extensão dos movimentos para alcançá-los. Se você usa documentos junto ao computador, procure mantê-los perto da tela (como com pranchetas com apoio ou suportes presos diretamente na lateral do monitor). Assim você minimiza os movimentos da cabeça e dos olhos, obtendo maior conforto.

                                       Procure adequar o monitor
O topo do monitor deve estar na altura dos olhos ou ligeiramente abaixo.
A posição do monitor deve estar entre 50 e 70 centímetros de distância dos olhos.
O ângulo de visão para a tela do monitor deve ser de 10 a 20°.
Evite o ofuscamento. Cuidado com luzes incidindo direto sobre os seus olhos (como luminárias de mesa).
Os documentos utilizados devem estar perto da tela (em pranchetas).

Ilumine bem o ambiente onde está localizado o computador.
Se necessário, utilize um filtro anti-reflexo na tela do computador.
Para evitar a síndrome descrita é importante manter suas receitas de óculos sempre atualizadas. Por isso, consulte o médico especialista de sua confiança, sempre que necessário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário