Meus amigos

Bonsai - a arte do cultivo

        


Bonsai1. "Bon" significa bandeja ou recipiente; "sai" é um substantivo cujo significado é crescer, e a palavra bonsai expressa o cultivar uma árvore em um vaso. A ênfase desta palavra reside no duplo ato de viver e crescer. Por isso, para ser considerada um bonsai, a planta precisa representar a árvore como ela é na natureza.
2. O Bonsai teve seu início na China, por volta do século. III A.C., mas foram os japoneses que aprimoraram a técnica, incluindo-a em sua cultura como arte e objeto de culto e meditação. Assim, deve ser realmente uma árvore em miniatura, de qualquer espécie, produzindo flores e frutos normalmente como a de tamanho natural. Não há árvore de Bonsai, mas árvores que se transformam pelo processo de Bonsai. Na prática, é a arte de selecionar e transformar árvores que tenham potencial para se assemelhar a uma réplica na natureza.
3. Apesar de seu tamanho reduzido, a árvore mantém sua saúde e características naturais produzindo flores e frutos normalmente. A princípio qualquer árvore pode ser utilizada para confecção de Bonsai, devendo-se procurar um conjunto estético e harmonioso. Algumas árvores já possuem a tendência natural para se transformar num Bonsai, outras devem ser mais trabalhadas através de modelagem, podas, etc..., onde a habilidade e criatividade são freqüentemente colocadas à prova, respeitando-se os limites da natureza.
Bonsai4. Um dos pontos fundamentais para a manutenção do Bonsai refere-se à escolha do local onde será mantida a planta. De uma maneira geral, o Bonsai deve ser cultivado ao ar livre, ou seja, exposto as variações climáticas tais como: chuva, vento, frio, sol, etc., de acordo com as necessidades específicas de cada planta. O ideal é que permaneçam em um ambiente aberto (jardim, varanda ou sacada) com sol direto pelo menos na parte da manhã, podendo até permanecer em ambientes fechados por curtos períodos de tempo (no máximo 3 dias) evitando sobremaneira ambientes artificiais (ar condicionado e aquecedor). A tendência que os galhos e folhas têm de crescer em direção ao sol poderá provocar desequilíbrio na forma; evite-o fazendo uma rotação periódica nos vasos, procurando não mudá-los de local.
5. Regar um bonsai é molhar toda a terra que está dentro do vaso. Coloque água potável por cima da terra em toda a superfície até que a água comece a sair por baixo nos orifícios do vaso. No calor pode-se molhar também a copa e galhos. Mas atenção: em geral, as árvores não gostam de muita umidade na terra. Por isso, deve-se regar os bonsai somente quando a terra do vaso estiver quase seca. Bonsai em vasos pequenos (até 30cm de comprimento), devem ser regados todos os dias quando a umidade do ar estiver baixa e a temperatura acima de 20oC. Abaixo desta temperatura regar dia sim dia não.
6. As plantas alimentam-se dos sais nutritivos que extraem do solo. Como os bonsai vivem em vasos pequenos, a árvore poderá consumir todos os nutrientes da terra depois de algum tempo. Deve-se repor estes nutrientes através de adubos. É preciso adubar principalmente nas épocas de grande crescimento das plantas. É muito melhor adubar em pequenas quantidades mas com maior freqüência do que fazê-lo esporadicamente em grandes quantidades.
7. As raízes de todas as árvores crescem para encontrar água que precisam para viver. Assim sendo, quando uma árvore cresce num vaso, as raízes crescem até ocupar a totalidade desse espaço limitado, ao mesmo tempo em que a terra vai se esgotando e perdendo a faculdade de proporcionar os nutrientes que a árvore necessita. A freqüência de transplantação ou troca de terra varia segundo a espécie e idade do bonsai, o que pode variar muito, desde as frutíferas que, regra geral, devem ser transplantadas anualmente, até os pinheiros que podem ser transplantados a cada 5 ou 7 anos.
Bonsai 8. Para dar forma ao seu bonsai, deixe a copa sempre bem podada. Com exceção dos pinheiros e coníferas não existem grandes complicações em cortar os ramos, que normalmente crescem muito, principalmente na primavera. Visualize a forma de uma "mini árvore" e não tenha medo de podar. A poda, que deve ser feita com uma tesoura bem afiada, estimula novas brotações, preenchendo a copa e deixando-a mais bonita.
9. Os bonsai podem ser classificados em: Minibonsai - medindo entre 5 e 15 cm, Bonsai clássico - medindo entre 15 e 60cm e Bonsai grande - medindo entre 60 e 120cm ou mais. Estas dimensões são tomadas verticalmente desde o extremo superior da árvore até a base do tronco, sem incluir o vaso.
10. Na arte do bonsai existem inúmeras técnicas relacionadas ao seu cultivo, técnicas para obtenção das mudas, para o plantio, modelagem e manutenção. Esta complexidade na arte de cultivar plantas em vasos não deve em momento algum desestimular os iniciantes que têm interesse em aprender, muito pelo contrário, deverá despertar a necessidade em manter um contato mais íntimo com a natureza. Com o passar do tempo o novo bonsaísta aprenderá que não será preciso possuir um alto nível de conhecimento técnico-científico, mas sim desenvolver o principal: o amor pelas plantas e o respeito pela natureza como um todo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário