Meus amigos

As cinco fases depois de uma separação

As Fases da mulher abandonada são extremamente parecidas com as cinco fases do luto, que percorrem a negação, raiva, barganha, depressão e aceitação, a psiquiatra Elizabeth Kübler-Ross propôs uma descrição do processo de luto e perda categorizando-os em cinco estágios pelo qual as pessoas passam.
Vamos discorrer um pouco sobre elas, focando o “luto” da mulher largada!

1ª fase – Negação: A criatura desacredita que o namorado (agora ex) vai ter cora
gem para REALMENTE abandoná-la, ela mantém fotos, e status “namorando” nas redes sociais enquanto ele está lá solteirão curtindo a vida de avulso, ou solteiro, como preferirem, é que adoro essa palavra, dá uma sensação de liberdade!

2ª fase – Raiva: O orgulho está ferido! Aí a mente fértil, cheia de titica, começa a bolar planos mirabolantes, que percorrem desde a “vingancinha” arrumando outro e exibindo pro ex, até tentar separar os dois “forjando” uma traição.

3ª fase – Barganha: Aí ela promete, jura, encontra Deus no seu coração, promete nunca mais ser má com ninguém, não perturbar mais a ATUAL se ele voltar pra ela, jura, faz macumba, recorre ao centro espírita pra “guiar seu coração”, liga para aqueles telefones que prometem trazer a pessoa amada em 7 dias, se morar no centro em 2 horas!
Mas nada disso adianta, então vem a depressão...

4ª fase – Depressão: Aí entra em cena a mal-amada... Chora, descabela, grita ao telefone, liga 100x por dia implorando uma migalha de amor, diz que vai beber veneno, manda 3987 e-mails por dia, pedindo simplesmente que ele diga bom dia, mediante ausência de respostas, parte pra fase da raiva, pede que ele diga boa tarde, manda trechos de pagodes cafonas e antigos (sério, pagode antigo e cafona é de dar pena da criatura)...
E pra finalizar a fase mais difícil de chegar...

5ª fase – Aceitação: A mais importante de todas, mas como mostra a pesquisa da Drª Kübler-Ross nem todos os estágios são experimentados por todos os pacientes, geralmente as abandonadas ficam rondando as outras quatro fases por um longo período até encontrar a aceitação (quando encontram!)

“Digo que perdôo, ofereço cafezinho, lembro dos bons momentos, digo que os ruins ficaram no passado, que já não me lembro de nada, pessoas maduras sabem que toda mágoa é peso morto:
FAZ DE CONTA QUE EU NÃO SOFRO!”
MARTHA MEDEIROS 

Nenhum comentário:

Postar um comentário