Meus amigos

Mulheres encalhadas... Saiba como identificar UMA.

Vocês podem espernear, negar, dissimular e discordar. Mas vamos combinar. Uma das coisas que mais se vê por aí é mulher encalhada. E quando eu digo encalhada, não quero dizer solteira, não. Tem uma grande diferença entre uma coisa e outra. Hoje em dia ser encalhada é meio que um estado de espírito, uma ideologia comportamental. Tanto que é extremamente fácil identificá-las no dia-a-dia. 

1 - Toda mulher encalhada é super independente. Ou pelo menos finge ser. Provavelmente ela já ganha o seu próprio dinheiro, paga suas contas (ou grande parte delas), não deve muita satisfação a ninguém (no máximo aos pais, e olhe lá) e não depende de ninguém para fazer o que quer.

2 - Outro fato que é batata: toda mulher encalhada vive na balada. Seja qual tipo for. Micareta, barzinho ou rave. Se for possível, elas estão em todas. Afinal, nunca se sabe onde um cara em potencial pode aparecer, não? Embora, elas jurem de pés juntos que não vão para balada para beijar ninguém, só para “curtir com as amigas”. “Gente, vou fazer o que em um sábado à noite? Ficar em casa vendo Zorra Total? Tenho mais é que sair e curtir minha solterice, não? Não vejo onde está o mal disso. Mas não me considero encalhada”, diz Natália Corazza, 21 anos.

3 - Alias, esse é outro item fundamental. Elas nunca assumem que precisam ou que vão atrás de homem. Isso seria uma confissão muito perdedora para mulheres tão bem resolvidas como elas. “Se eles querem, eles que façam por merecer. Esse é o lema.”, revela Natália.

4 - E se elas pagam de bem resolvidas no sentimental, também pagam no sexual. Sentir falta de sexo é uma coisa totalmente fora de cogitação. E se sentem, como posso dizer, apelam para outros meios de se suprir essas necessidades, se é que vocês me entendem...

 5 - Continuando a saga, esses dois últimos itens as tornam extremamente seletivas. Diria até frescas. Parece sempre que ninguém nunca é bom o suficiente para elas. 

6 - E é por isso que elas vivem metendo o pau em todo homem que aparece, tanto em suas vidas, como na das amigas, na da irmã e assim por diante. Ou eles são muito imaturos, ou muito machistas, ou cachorros, ou vagabundos ou (e essa é a preferida delas) são tudo isso junto.

7 - Porém, eis agora uma característica curiosa que vai contra tudo isso que foi dito. As mulheres encalhadas podem pagar de “fudidonas”, mas no fundo são extremamente carentes e sentimentais. Podem reparar, por qualquer coisinha ficam todas chorosas. Seja um filme romântico, uma música bonita ou uma cena de um casal apaixonado...

8 - Reparem também que toda mulher encalhada não desgruda do celular. Afinal, vai que aquele carinha da festa de ontem liga. Porém, quase todas as vezes é só a mãe ou as amigas dela.

9 - Outra característica básica para se identificar às mulheres encalhadas: elas só andam em bando. E só com meninas, óbvio. É muito famoso você ouví-las dizer que vai fazer um “happy hour” com as amigas ou uma “reunião de cúpula” para debater a história de algum dos membros do grupo. Alias, comentar a vida alheia é com elas mesmo.

10 - E por fim, por mais que você prove e insista, elas nunca vão assumir que são encalhadas. “Não somos encalhadas, a gente só está curtindo a vida enquanto um homem decente não aparece. Encalhadas são meninas infelizes, insatisfeitas. Não é o meu caso. Por fora um conceito seu, por dentro uma personalidade minha”, rebate Natália.

Nenhum comentário:

Postar um comentário