Meus amigos

Jantar e Almoço Informal


Um jantar informal não pode e nem deve ser mal servido. Dispensa, apenas, o formalismo de um serviço à francesa que requer alguém capacitado para executá-lo. Você deverá contar com a ajuda de uma copeira, apenas para colocar e retirar os pratos, nada além do que isso.

Eis os pontos importantes que devem ser levados em consideração:

Não servir mais que quatro pratos, incluídos queijos e sobremesas.
Alternar pratos frios e quentes para que não haja o problema de se manter uma quantidade enorme de alimento previamente aquecida.

O primeiro prato (entrada), seja ele frio ou quente, já deverá estar servido quando os convidados se dirigirem à sala de jantar, o que evitará um trabalho extra para a copeira.

Programar a sobremesa de modo a que possa ser servida em pratos individuais, os quais já estarão arrumados na cozinha aguardando o fim do jantar.

Sirva o café e os licores na sala (hall). É mais simpático e mais interessante, pois evita que os convidados permaneçam à mesa, esperando que a copeira retire os pratos da sobremesa. Entretanto, não constituirá qualquer deslize da boa etiqueta se o café for servido à mesa, ficando ao seu critério a adoção de qualquer das duas formas.

O arranjo de mesa requer, naturalmente, uma atenção especial, embora seja dispensado o requinte que se exige para um jantar formal.

A toalha pode ser um linho cru, um tecido adamascado ou mesmo um alegre estampado. Este último, no entanto, ficará melhor para um almoço. Serviços americanos mais finos também vão bem.

A colocação dos pratos e talheres é a normal, ou seja, os pratos de serviço deverão ficar a 2,5cm da borda da mesa. Colocam-se, então, os talheres com a faca e a colher de sopa à direita e o garfo à esquerda. O garfo e a colher de sobremesa serão colocados acima do prato ou poderá vir da cozinha, quando a sobremesa for servida.
Se você vai apresentar, além da sopa, um prato de peixe e outro de carne, não deverá esquecer de colocar os talheres para o peixe. Nesse caso, a disposição será a seguinte: à direita, colher de sopa, faca de peixe e faca de carne. À esquerda, de dentro para fora, garfo de carne e garfo de peixe. A lógica nessa disposição é que os talheres são apresentados na ordem em que serão usados.

No caso de servir uma salada para acompanhar ou depois do prato principal, coloque um pratinho para a mesma à esquerda do prato de serviço, com o do pão um pouco mais acima. Nesse último, deve-se colocar uma faca pequena para servir a manteiga.

A sopa pode ser servida em pratos ou em xícaras próprias para caldos. No último caso, esta deverá vir acompanhada de um pires, sendo colocada sobre o prato de serviço. Coquetéis de fruta ou de camarão serão servidos em taças especiais, sobre pratinhos, também colocados sobre o prato de serviço.

Onde colocar e como dobrar guardanapos? Já houve tempo em que era de bom tom dobrar-se o guardanapo cuidadosamente, em forma de flor ou quantas outras figurações o engenho da dona da casa pudesse conceber. Hoje, você precisa apenas dobrá-lo retangularmente e colocá-lo centro do prato. Se a sopa ou outra entrada qualquer já estiver posta, o guardanapo, então, será colocado à esquerda do prato, logo depois dos talheres.

Os copos ficarão acima do prato, ligeiramente à direita, também na ordem de sua utilização, com o da água um pouco mais para dentro e o do vinho mais para fora.

Se é você e seu companheiro que irão servir, pode ser adotada a maneira americana pela qual é o anfitrião que se encarrega de trinchar (pouco provável, uma vez que a comida, em geral, já vem cortada da cozinha) e servir o prato principal e seu acompanhamento, enquanto que a dona da casa passa a salada, serve as bebidas e a sobremesa. O carrinho de chá, ou a mesa auxiliar, deverá estar à sua direita e sobre ele ficarão o prato de salada, a sobremesa, as xícaras e o bule de café (se este vai ser servido à mesa).

O anfitrião serve o prato que está na sua frente, passando-o para a dona da casa que o substitui pelo seu, que está vazio. O prato servido é apresentado ao convidado que lhe fica à direita, do qual recebe um prato não utilizado. Repete-se a operação, servindo sempre à direita.

Achamos, no entanto, que inverter os papéis é de toda a conveniência, deixando ao anfitrião apenas o trabalho de servir as bebidas e passar a salada. O trabalho da copeira, nesse caso, se resume em retirar os pratos servidos e trazer da cozinha as travessas com os alimentos.

Existe, ainda, a possibilidade de usar a copeira para servir o prato principal, que já vem da cozinha devidamente trinchado e arrumado em uma bandeja ou travessa. Ela, então, o apresentará, pelo lado esquerdo, ao convidado que está sentado à direita da dona da casa, continuando a servir nessa direção.

Quanto aos lugares à mesa, um jantar informal dispensa uma colocação rígida à mesa, elaborada de acordo com a importância dos convidados. Apenas, se houver uma pessoa mais idosa, devemos fazê-la sentar à direita dos anfitriões, numa deferência perfeitamente compreensível.

Como se vê, um jantar informal pode ser servido corretamente de diversas maneiras, bastando selecionar entre elas a que mais se adapta ao seu caso particular.

ALMOÇO INFORMAL

Almoços não precisam de muita etiqueta. Um almoço deve ser uma refeição alegre e bem servida, mas com pouca formalidade.

Na arrumação da mesa tudo se permite: toalhas estampadas ou xadrez, cores únicas bem vivas, serviços americanos em linho cru, rafia, madeira e até mesmo plástico, se forem originais e de boa qualidade.

A fantasia se estende à louça. É a hora ideal para usar serviços pintados à mão, pratos de barro vidrado e as tão úteis louças plásticas, em cores vivas e padrões diferentes.

Talheres de linhas modernas ficam melhor em mesas assim concebidas. Os copos podem ser grossos, em cores vivas.

Os centros de mesa podem ser frutas e flores das mais variadas.

A colocação dos pratos, copos e talheres é a comum, determinada pelo que se vai servir. O prato para pão poderá ser usado para a salada, também.

Nada de velas, a menos que seja inverno e o aposento esteja escuro, o que não é comum. Os talheres de sobremesa virão com o prato servido ou por servir. Café à mesa ou fora dela, é indiferente.

Os almoços formais não são comuns. Umas poucas senhoras ainda usam convidar apenas mulheres para almoços formais, costume que vem desaparecendo. Para servi-los, as regras que regem um jantar formal são as mais indicadas.

2 comentários:

  1. Olá Isa,

    Farei um jantarzinho romantico e vou servir como entrada salada com camarões, porém não sei qual prato seria o ideal para servir saladas, seria deselegante usar o de sobremesa ou o de sopa?!? Você poderia me dar uma dica? Muito obrigada. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ola Catia, fiquei muito feliz com a tua visita e tb com a tua pergunta, te confesso que nao sou expert em etiquetas, sou apenas uma pessoa que adora ficar buscando dicas e postando para quem precisa e gosta, aproveitei a tua pergunta e postei 3 receitas de saladas de camarao, assim tu olha os pratinhos e tem uma ideia, eu acho que nao tem importancia o prato e sim o conteudo.. Beijos e volte sempre.
    http://isacherii.blogspot.com/2012/04/saladas-de-camarao.html

    ResponderExcluir