Meus amigos

Cuidados com o pêlo do gato Persa

Seu gatinho persa necessita da sua ajuda para manter a pelagem saudável e bonita.


O gato persa tem a pelagem longa e fina, por isso ele necessita de ajuda para mantê-la bonita, saudável, evitando que ela embarace ou outros eventuais problemas. O ideal é que ele seja escovado cuidadosamente desde a raiz dos pêlos todos os dias. Para desembaraçar nós, use um pente.

A hora da escovação do animal, além de ser um momento de carinho e de aproximação entre o dono e o bicho, ajuda a oxigenação da pele, retira pêlos mortos (evitando que o animal os engula), e é o momento ideal para perceber a indesejável presença de pulgas ou qualquer alteração na pelagem e na pele do seu amiguinho. 

Cuidados com o verão

Com a chegada do calor do verão é tempo de praia, sol, sucos e comidas leves. Estamos sempre pensando em como nos refrescar. Mas não podemos esquecer dos nossos amigos peludos e temos que tomar algumas medidas simples para que eles enfrentem o verão saudáveis.

Lembre-se de tomar os devidos cuidados para que não entre água nos ouvidos de seu amiguinho durante os banhos. Coloque sempre algodão para evitar a entrada da água. Se ele gostar de nadar, preste bastante atenção nos ouvidos dele e tome os cuidados indicados pelo veterinário. Ácaros, fungos e bactérias, causadores da otite, adoram ambientes úmidos e escuros, exatamente como o interior das orelhas do seu pet. Sem contar que é comum acontecer um aumento da produção de cerume durante o período de temperaturas mais elevadas. Isso facilita as condições ideais para a otite. A limpeza adequada é a melhor medida de prevenção.

Todos os animais podem sofrer de desidratação, que é a perda excessiva de água do corpo. Os sintomas iniciais mais freqüentes são vômitos, diarréias e o emagrecimento. Deixe sempre água fresca disponível para o seu amiguinho. E, atenção com as saborosas misturas de ração seca com ração pastosa, que eles tanto gostam. Coloque a quantidade exata para a refeição porque os restos, com o passar do tempo, podem fermentar e causar problemas digestivos, vômitos ou diarréias. Que se forem persistentes, correm o risco de ocasionar a desidratação.

Não deixe seu amiguinho em locais abafados ou que não tenham um abrigo para protegê-lo do sol. E também evite passear com animal nos horários mais quentes. Além do sol incidindo diretamente sobre ele, o calor da superfície pode causar-lhe queimaduras. Converse com o médico veterinário de sua confiança para esclarecer suas dúvidas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário