Meus amigos

15 dicas práticas para gastar menos


Autor do livro, "Dinheiro - Os Segredos de Quem Tem", Cerbasi listou 15 dicas práticas para aqueles que encontram dificuldade em cortar despesas. Confira:

1. Realize um controle freqüente de gastos Ao conhecer melhor e refletir sobre seus hábitos de gastos, a autodisciplina tende a surgir naturalmente, seja na forma de previsões para os meses seguintes, seja como peso na consciência ao constatar os efeitos danosos das compras a prazo.

2. Evite comprar a prazo Esse hábito não só tende a estimular o consumo compulsivo, como aumenta o risco de acidentalmente recorrer a empréstimos emergenciais, como o cheque especial e o rotativo no cartão de crédito. 

9. Presenteie com tempo e criatividade, em vez de usar dinheiro Criar um presente personalizado, com práticas criativas ou artesanato, tende a ter seu valor percebido pelo esforço pessoal e não pelo preço pago.

10. Pense duas vezes antes de comprar Ao entrar em uma loja, escolha o produto, pechinche o preço, chegue na melhor condição de negócio, mas jamais feche a compra sem antes sair da loja. Peça licença por dez minutos e se dê a oportunidade de refletir longe do envolvimento do vendedor.

11. Não faça amizade nas compras Evite se deixar envolver pelo vendedor. Ao perceber que ele está muito amigo, corte a conversa e seja mais frio ao negociar.

12. Nunca compre o mais caro, mesmo que seja o melhor Se você tem condições de comprar o melhor, opte pelo segundo melhor - que deve ser praticamente tão bom quanto. Deixe sobras em seu orçamento, e jamais deixe de levar em consideração os gastos acessórios (o melhor som gasta mais energia, o melhor carro custa mais seguro etc).

13. Evite modismos Muitas vezes pagamos mais pelo que os outros vêem do que pelo benefício que obtemos. O mesmo vale para itens de grife - pessoas que querem gastar menos devem evitá-los.

14. Aproveite liquidações e pontas de estoque Itens caros como automóveis, tênis, celulares e eletrônicos custam muito quando estão na temporada de lançamento, enquanto os preços despencam no lançamento de versões mais atuais.

15. Não faça das compras uma atividade de lazer Ao sair às compras, tenha em mãos uma lista de compras e sua verba disponível, para evitar consumir por impulso.

3. Pesquise preços Para a maioria dos produtos comercializados, sempre haverá condição de pagamento melhor do que o famoso "parcelamento sem juros".

4. Pechinche, sempre e em qualquer situação Seu dinheiro vale mais na sua mão do que na mão dos outros.

5. Ande de táxi em vez de comprar um carro Quem gasta até R$ 35 diários (R$ 700 mensais) com táxi em suas necessidades diárias de deslocamento faz melhor negócio do que se comprasse um automóvel popular, tendo que arcar com combustível, seguro, impostos, manutenção, estacionamento e depreciação.

6. Use cybercafés e lan-houses Comprar um computador pessoal e arcar com os custos de software e Internet banda larga custa muito mais do que freqüentar locais públicos, dependendo de quantas horas mensais são gastas no computador.

7. Troque o telefone celular pelo público Um cartão telefônico que permite uma hora de conversação local para telefone fixo custa o mesmo que 20 minutos de ligação via celular. Use o portátil apenas para urgências.

8. Use fogão a gás no lugar de microondas Cozinhar no fogão consome menos energia, é mais divertido e gasta menos com alimentos (alimentos semi-prontos para microondas custam mais e são menos saudáveis que os ingredientes in natura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário